Diego Guerro e Arthur Boscato

Diego Guerro Arthur Boscato

O acordeonista Diego Guerro e o violonista Arthur Boscato apresentam no show “Meridional” as músicas de seu disco de estréia, de mesmo nome. Parceiros desde 2011 no grupo Entrevero Instrumental, o duo leva a música tradicional do Sul do Brasil – impressa nas identidades de ambos – de encontro a referências contemporâneas. Iluminando as diferenças que fazem desta porção de terra uma orientação, um “norte”, e unindo-as pelo diálogo com o mundo e com nosso país, ao invés de segregá-las, a música de Diego Guerro e Arthur Boscato enfatiza que a fronteira, por si, é algo que barra, impede. Sua onipresença é natural(izada), acostumados que estamos à falta de liberdade. Uma convenção tomada como verdade absoluta, tal qual o fato do Norte estar em cima e o Sul embaixo, no mapa. Questionando estas “ilusões que esquecemos que o são”, como disse Nietzsche, “Meridional” reforça os lugares do Sul como Brasil e do Brasil como Sul.

MERIDIONAL

Diego Guerro Arthur Boscato

Meridional. Situado ou voltado para o Sul. Natural ou habitante das regiões do Sul. “Nosso norte é o Sul”, disse o uruguaio Joaquín Torres García. E falamos em Sul não para delimitar fronteiras, apenas para ressaltar/iluminar/trazer à tona nossa identidade. Ignorar barreiras, colocar a baixo os muros. Reafirmar o lugar do Sul como Brasil. Não é inteligente criar mais fronteiras em uma época em que o mundo é cada vez mais (inter)conectado. Como seres humanos, é necessário pensarmos juntos para a manutenção da vida no nosso planeta. Como seres políticos, é preciso que nos unamos na construção de ideias e soluções. O resto do Brasil não deveria olhar o Sul como um lugar alheio, e nem o Sul deve querer sair do Brasil. Nenhum lado deveria reforçar a ideia de segregação. Não é com ela, mas sim com o diálogo, com a troca de ideias, que caminharemos para o futuro. Não é deixando de ouvir quem é diferente, separando quem é diferente, afinal a diferença nos ensina muito mais do que a semelhança.

DIEGO GUERRO

Diego Guerro Arthur Boscato

Acordeonista, professor, compositor, arranjador e produtor, iniciou seus estudos musicais aos 2 anos. Teve aulas com importantes acordeonistas do cenário musical brasileiro, entre eles Alessandro Kramer, Toninho Ferragutti e Oscar dos Reis. Como principais projetos, tem o Entrevero Instrumental, a Orquestra Sanfônica de Pato Branco, seu trabalho solo e o duo com o violonista Arthur Boscato. Com o primeiro, se apresentou em diversos estados do Brasil e também na Espanha, França e Uruguai, lançou 3 discos, recebeu o Prêmio Funarte de Música Brasileira e duas vezes o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura. Com o segundo, já realizou mais de cem concertos pelo sul do Brasil, e lançou dois discos. Com o terceiro, lançou o disco “Novos Ares”, com o qual excursionou pelo estado do Paraná, apresentando uma abordagem particular para o acordeon. Com o quarto, lança o álbum “Meriodional” em 2017, com o qual vem excursionando Brasil afora. Atualmente, leciona acordeon, tem um estúdio especializado na gravação do instrumento e é regente da Orquestra Sanfônica de Pato Branco.

ARTHUR BOSCATO

Diego Guerro Arthur Boscato

Instrumentista, intérprete, compositor, arranjador e produtor. Como principais projetos, tem o Entrevero Instrumental, o Rédea Solta, O Exótico Quark Encanto e o duo com o acordeonista Diego Guerro. Com o primeiro, se apresentou em diversos estados do Brasil e também na Espanha, França e Uruguai, lançou 3 discos, recebeu o Prêmio Funarte de Música Brasileira e duas vezes o Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura. Com o segundo, lançou dois discos, ambos indicados a Melhor Álbum no Prêmio da Música Catarinense (o primeiro venceu a categoria) e presentes em listas de melhores discos de música brasileira nos anos de 2015 e 2017. Com o terceiro, venceu o prêmio Elisabete Anderle de Estímulo a Cultura e lançou seu debut autointitulado em 2016. Com o quarto, lança o álbum “Meriodional” em 2017, com o qual vem excursionando Brasil afora. Atua também como compositor de trilhas sonoras e editor de som para cinema, com participação em produções nacionais e internacionais. Como produtor e sideman, trabalha com diversos artistas, principalmente da música regional sul-brasileira.