JOAJU

Joaju Conduite

Joaju, que significa juntos ou em conjunto em guarani, é um quarteto de jazz paraguaio, integrado por jovens músicos da cena jazzística de Assunção, liderado pelo baterista Víctor S Morel, com Miguel D. Antar no contrabaixo, Giovanni Primerano ao piano e Bruno Muñoz no sax tenor. Com seu primeiro material fonográfico denominado Jazz de Acá – tributo a nuestros compositores, o quarteto rende tributo aos mais destacados autores e intérpretes de jazz, que foram e seguem sendo a base fundamental da crescente cena jazzística no Paraguai. O disco projetou o quarteto internacionalmente, fornecendo-lhes críticas em jornais e revistas especializadas na América Latina e na Europa, culminando com a seleção que os colocou dentre os cinco melhores novos talentos do jazz pela organização do Savassi Jazz Festival no Brasil. Com seis anos de carreira, o quarteto Joaju se consolidou como um grupo de referência do jazz paraguaio, o de maior projeção internacional. O grupo lança em junho de 2018 o segundo álbum, Ahorate, que inclui peças em versão acústica com um repertório de influência de autores folclóricos paraguaios, com ênfase em diversas correntes da música popular, com o costumeiro toque contemporâneo aplicado com maestria pelos instrumentistas. A masterização e produção do álbum esteve a cargo de Dave Darlington, ganhador de dois prêmios Grammy, com seu estúdio Bass Hits Studios de New York, EUA.

VICTOR S. MOREL

Joaju Conduite

Fundador do quarteto Joaju, baterista e produtor musical, é filho do reconhecido baterista de jazz Toti Morel. Desde pequeno, cultiva a técnica no instrumento. É membro fundador do Ensamble de Jazz del Centro Cultural Paraguayo Americano. Como instrumentista, conta com dez álbuns gravados.

GIOVANNI PRIMERANO

Joaju Conduite

Músico formado pelo Conservatório Nacional de Música de Asunción. Também é membro fundador do Ensamble de Jazz del Centro Cultural Paraguayo Americano. Destaca-se como músico acompanhando grandes nomes como Berta Rojas, Paquito de Rivera, Grupo Sembrador, entre outros. Como instrumentista, conta com cinco álbuns gravados.

BRUNO MUÑOZ

Joaju Conduite

Músico formado pelo Conservatório Nacional de Música de Asunción, onde trabalha atualmente como professor. Cursou também o Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos em Tatuí, Brasil. Foi primeiro saxofone da Orquesta Sinfónica Nacional e do Ensamble de Jazz del Centro Cultural Paraguayo Americano – ambos no Paraguai – e da Big Band de Bolsistas do Conservatório de Tatui – Brasil. Sua discografia conta com cinco álbuns gravados como instrumentista.

MIGUEL D. ANTAR

Joaju Conduite

Músico formado pelo Ateneo Paraguayo. Mestrando em Música pela Universidade de São Paulo (ECA-USP). Possui graduação em música pela mesma instituição (2012). É membro da Orquestra Errante, coletivo experimental que se dedica à prática da Improvisação contemporânea e faz parte do projeto NuSom – Núcleo de Pesquisa em Sonologia, da ECA-USP. Sua discografia conta com onze álbuns gravados como instrumentista.